Crianças de Cujubim andam mais de 10 km para chegar até ponto de ônibus escolar




Crianças de Cujubim andam mais de 10 km para chegar até ponto de ônibus escolar-28Ag13-Foto Marisvaldo José-Decom-ALE-ROA presidenta da ASPROMUTUM (Associação dos Pequenos Produtores de Mutum), Lindalva da Silva e demais moradores desta comunidade desenvolvida dentro de uma reserva ambiental estadual, que há mais de 20 anos surgiu na região de Cujubim, foram recebidos pelo 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, deputado Maurão de Carvalho (PP) esta semana na Assembleia Legislativa. A comitiva veio pedir apoio, visando  se encontrar uma solução para o transporte escolar dos estudantes das localidades de Mutum, Periquitos, Tucanos, Ararás e Gavião todas áreas de reserva ambiental estadual.

Segundo a presidente da ASPROMUTUM, Lindalva da Silva, as crianças estão acordando por volta das 03h00 da madrugada e caminham cerca de 10 quilômetros até o ponto do ônibus escolar para poder ter o direito de estudar. De acordo com os moradores, as leis ambientais não permitem o tráfego de veículos pelas vicinais das determinadas regiões de reservas ambientais de Cujubim. “Moramos há mais de 20 anos na região e nunca os órgãos competentes pensaram em nos ajudar”, disse a presidente da associação.

Na reunião de ontem (28), a Secretária da SEDAM, Nanci Rodrigues, também estava presente. E, após escutar as reivindicações da comissão de moradores de Mutum, Nanci Rodrigues informou que comunicou ao  Governado do Estado de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB) à respeito da situação. Na analise da secretária, os mecanismos que podem ser usados para minimizar o problema, estão ligados ao zoneamento da área. “Vamos buscar os estudos necessários para sanar esta situação”, explicou a Secretária da SEDAM, Nanci Rodrigues a comissão de moradores de Mutum.

Diante das questões sociais mencionadas na reunião, o 1º vice-presidente do parlamento estadual Maurão de Carvalho, enfatizou que a melhor opção para a região da reserva ambiental estadual de Cujubim, é realizar o zoneamento. Declarou também, que vai informar ao Ministério Público, respectivamente para as Varas da Criança e Adolescente, e a vara ambiental sobre as situações de educação e meio ambiente. “É inadmissível em pleno século XXI ver nossas crianças passarem por essa situação crítica, caótica e traumática”, desabafou o deputado estadual Maurão de Carvalho.