Culto Festa da Palavra nos ensina a “Distinguir” acima de tudo




IMG-20160709-WA0001O Culto Festa da Palavra realizado nas noites de terças-feiras no Templo Central da Igreja Assembléia de Deus na ministração do Pastor Presidente Maxuel Kaiser com o Tema: Distinguir extraído do livro de Ezequiel 44:23 “E a meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o impuro e o puro”, chegou a sua 12ª edição. Um ensinamento que nos contempla com parâmetros em nossa caminhada.
Distinguir é o chamado a fazer escolhas, que vão gerar mudanças e transformações.
É conseguir entender a diferença entre uma coisa e outra/fazer a separação/observar os detalhes/discernir/correção de conduta/mostrar a preferência por/medir/avaliar/ser criterioso/ter percepção entre o falso e o verdadeiro/entre o bom e o mau/é também um dos nomes dado ao processo de averiguação.
Como seres humanos pecadores que somos ainda fazemos opções errôneas em muitas de nossas decisões, em muitos casos por falta às vezes de darmos um tempo e distinguirmos do certo e do errado, sim teimamos, muitas vezes, em procurar somente no espelho aquilo que nos incomoda e entristece. Da mesma forma, acabamos nos culpando exclusivamente pela infelicidade sentida diariamente. No entanto, apesar de sermos responsáveis pelo que nos acontece, nem tudo depende somente de nós mesmos, ou seja, temos que atentar também para o tipo de gente que caminha ao nosso lado. Se essa pessoa não é uma daquelas que veste a túnica de cordeiro, mas procura nos desviar do foco espiritual para sermos levado para caminhos de tropeços e de infelicidades.
IMG-20160709-WA0003As sagradas escrituras e inúmeras passagens nos dão parâmetros para acertar e corrigir nossos passos. Muitos são os canais de televisão, filmes, artigos e livros que ainda nos levam a nos corromper, esfriar nossa religiosidade, nossa fé cristã. A Bíblia nos da o direcionamento, nos ensina a olhar para dentro de nós mesmos, para que tomemos as rédeas do rumo de nossas vidas e nos conscientizemos de que muito do que nos ocorre é consequência de nossa forma de agir e de distinguirmos. Com isso, às vezes nos esquecemos de lembrar que o aquilo que está fora de nós também influencia a nossa caminhada, tendo poder, sim, sobre nossos humores.
É muito difícil levarmos a vida numa boa, ignorando o que à nossa volta é ruim e desagradável, como se fôssemos a única fonte de alegrias, como se aqui dentro houvesse uma força capaz de neutralizar o que acontece lá fora. Se o mundo carece de empatia, de solidariedade, de enxergar o próximo, imbuir-se de controle total sobre a própria vida, sem se importar com nosso entorno, soa, no mínimo, a egocentrismo.
A Palavra de Deus nos desintoxica por dentro e por fora, nos ajuda a cuidar do corpo – sem neuroses – e dos ambientes por onde transitamos, pois valorizar as coisas, os momentos e as pessoas certas nos tornará mais felizes e realizados. De nada adiantará nos inscrevermos em uma academia, malharmos por horas e comermos somente o que a dieta prescreve, caso saiamos da academia para uma vida superficial e rodeada de gente falsa e desagradável. Estaremos lindos por fora e em frangalhos por dentro.
Quer saber mais, venha todas as terças-feiras às 19:30 no Culto Festa da Palavra.