Governo licita banco para pagar folha e servidor terá agência bancária no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho




sefin-02-370x421O Governo de Rondônia anunciou nesta terça-feira (5) a abertura de procedimento licitatório para contratação de instituição bancária para processar e fazer o pagamento da folha salarial dos 54 mil servidores ativos, inativos, pensionistas e estagiários da administração direta e indireta do Poder Executivo, que movimenta mensalmente mais de R$ 240 milhões.

Segundo o superintendente estadual de licitações (Supel), Márcio Rogério Gabriel, a abertura das propostas está marcada para o próximo dia 13, na sala da Supel, no Palácio Rio Madeira, onde as propostas são recebidas e onde os licitantes poderão obter todas as informações sobre o certame. Podem ainda, para tanto, acessar o endereço eletrônico da Superintendência, que dispõe de todas as informações e o conteúdo completo do edital do Pregão Presencial 263/2017, modalidade que prevê lances crescentes (maior lance) e que foi adotada pela oportunidade que dá a ampla competição e o estrito cumprimento da lei.

Segundo o secretário de Finanças, Wagner Garcia, a contratação dos serviços bancários é uma necessidade do Governo, eis que o contrato atual com o Banco do Brasil está expirando (validade de cinco anos), e hoje há uma necessidade de ampliação da prestação de serviços e de uma estrutura de maior conforto para os servidores na Capital e do interior, motivo pelo qual está prevista, inclusive, a abertura de uma agência do banco vencedor no Palácio Rio Madeira.

O secretário explicou que dessa forma o servidor terá uma agência exclusiva para seu atendimento em Porto Velho, contrapondo-se às filas do atendimento geral, as dificuldades do trânsito e de estacionamento, e possibilitando uma atenção prioritária, com mais conforto e praticidade, medidas que, na medida do possível serão estendidas aos servidores que trabalham no interior do Estado. “Instituição vencedora tem que ter estrutura no interior”, disse Wagner Garcia, destacando a exigência do edital.

São dois lotes que serão licitados. O primeiro para atendimento específico ao servidor, conforme previsão do edital, e o segundo para “a contratação de instituição bancária oficial para prestação de serviços bancários, para atender as necessidades do Governo do Estado de Rondônia relativas às receitas e ao gasto público administrativos pela Secretaria de Estado de Finanças (Sefin)”, serviços que por regra têm de ser executados por banco oficial.

Fonte
Texto: Cleuber Rodrigues Pereira
Fotos: Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia