Instituto de Pesos e Medidas realiza fiscalização de final de ano




7 - Ipem_640x427Com o objetivo de fiscalizar os produtos mais vendidos durante as festas de final de ano, como brinquedos e itens da ceia natalina, apurando irregularidades e notificando os estabelecimentos que comercializam produtos irregulares, é que o Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem/RO) iniciou nesta semana as ações de fiscalização.

 De acordo com Osni Ortiz, presidente da instituição, em relação aos produtos verificados, quando os mesmos não possuem o selo de recomendação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), ele é recolhido e o estabelecimento é autuado com base na Lei Federal 9.933/99 que prevê multas de R$ 500 à R$ 5.000.

Luminárias, pisca-pisca, bicicletas, brinquedos e gêneros alimentícios como panetones, frios, frutas cristalizadas, nozes, vinhos e refrigerantes são alguns dos alvos da campanha. Para todos estes produtos, a recomendação é a de que os consumidores e principalmente os pais busquem o selo de recomendação do Inmetro atentando para a área onde há especificações e indicações referentes à idade. “A observação destes itens evita transtornos”, afirma.

Outra preocupação do Ipem, de acordo com Ortiz, é a observação de material elétrico porque existem muitos produtos fora dos padrões técnicos e o presidente ressalva “o selo do Inmetro representa a garantia de que o produto tem uma qualidade melhor, pois passa por uma avaliação”.

Para o vigilante Ivan Quelinton, estas fiscalizações são importantes. “Me sinto mais seguro em comprar os produtos que têm garantia. Principalmente os alimentos, se estão com peso certo, não estão estragados e se pagamos por uma coisa de boa qualidade. Eu sempre procuro verificar se tem selo do Inmetro”, ressalta.

Texto: Romeu Noé

Foto: Marcos Freire

Fonte: Decom