Paroquia Nossa Senhora Aparecida ofereceu mais uma etapa do Curso de Liturgia




IMG_4638 (Copy)As Irmãs Maria Inês Carneata e Inês Helena das Irmãs Paulina de Porto Velho estiveram no domingo 20, em Espigão do Oeste atendendo convide da Paróquia Nossa Senhora Aparecida para ministrar mais uma etapa do Curso de Liturgia que teve como tema: O documento 107 da CNBB que tem como titulo “Iniciação a Vida Cristã, o itinerário do discípulo missionário”. O curso envolveu equipes de liturgia, catequistas e membros das pastorais da cidade e interior e teve sua sede no Centro de Formação São Francisco de Assis.

IMG_4650 (Copy)Em entrevista, Irmã Maria Inês disse que a missão delas missão em Espigão do Oeste era a mesma do Apóstolo Paulo, visitar as comunidades e partilhar a fé e  compartilhando a Palavra de Deus justamente em um dia abençoado de Pentecostes, “quando o Espirito está presente e nos impulsiona, nos inspira, nos orienta e nos ilumina para a ministração desse encontro”. O curso, de acordo com a Irmãs, é uma proposta que a Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil estão propondo para que a Igreja caminhe junto, como batizados e membros pertencestes a comunidade Cristã da Igreja Católica. Ela explicou que o itinerário é o caminho da nossa igreja, é o caminho da fé e nos leva para aquilo que Deus quer de nós, para o seu projeto e para a nossa santidade e para a vida eterna que é o que nós cremos. “Então é construir o reino de Deus nessa terra trilhando sempre o reine do céu”.

IMG_4676 (Copy)No curso foi trabalhado esse documento da CNBB que contém 4 capítulos sendo que o 1º capitulo trabalha sobre a Samaritana que nos mostra como nós devemos ter um encontro profundo com Jesus para sermos verdadeiros missionários da mesma forma com que a Samaritana se encontrou com Jesus na beira do poço e foi correndo avisar os outros para virem conhecê-lo e, “essa é a atitude que Deus pede para nós nos encontramos com Cristo vivo e saiamos para anunciar aos demais, sendo discípulos missionários. O segundo capitulo vai apresentar a história da evangelização; como foi que os primeiros cristão evangelizaram, como que eles comunicaram a fé ao longo da história da igreja, como que a igreja caminhou e suas dificuldades, o terceiro capítulo apresenta as propostas que vem do Vaticano II que é procurar recuperar as muitas coisas boas do começo da igreja, das comunidades primitivas que estavam esquecidos e entre isso a catequese no estilo catecumenal que é fazer com que os catequisandos e os catequistas vivam e celebrem mais juntos com a comunidade para que não ocorram fatos como os que ocorrem ainda  hoje que as pessoas recebem os sacramentos do Batismo, a Primeira Eucaristia e o Crisma e depois sumam da igreja.  Já o 4º capítulo do documento 107, apresenta os ritos e o estilo que a catequese catecumenal sugere para uma vida cristã madura e segura da convivência com os ensinamentos de Jesus Cristo.

IMG_4707 (Copy)O curso que teve início às 7:30 da manhã de domingo, teve uma paralização as 9:00 horas para o lance e ao meio dia para o almoço e encerrou por volta das 16 horas com a Santa Missa. O curso foi acompanhado pelo Pároco Frei Paul Kroes que presidiu a Santa Missa.

O Pároco Frei Paul disse que essa é a missão da Igreja, oferecer novos conhecimentos as equipes litúrgicas e catequistas no sentido de ir aprimorando os ensinamentos e as celebrações eucarísticas de acordo com as decisões da CNBB.