RCC inicia na segunda-feira programação de Pentecostes




O encontro terá como tema: “Com Eles, Estava Maria…” (CF. At 1,14)

pentecostes-2017-festa-do-divino-espirito-santo-6691Ser batizado no Espírito Santo é tão simples quanto beber um gole de água. Todavia, ninguém poderá fazer isso por você. Antes, é preciso que você queira, que tenha sede de recebê-Lo. Você precisa pedir, pois a iniciativa é sua.

Se existe algo na sua vida que está um caos, chegou a hora de pedir ao Espírito que a organize. Peça a Ele o sopro de Deus para começar a colocar ordem naquilo que está bagunçado na sua vida.

Pentecostes é uma das festas mais importantes na Igreja Católica, celebrado 50 dias após a Páscoa. Para Celebrar com Jubilo essa festa a Renovação Carismática Católica inicia na segunda-feira dia 29, na Comunidade São Camilo a programação que se estende até o domingo 04 de junho com a grande festa de Pentecoste que ocorrerá na Igreja Matriz. Na segunda-feira o Tema será “O Espirito Santo Descerá Sobre Tí” – Lc 1,35

Sem-títuloNa terça-feira dia 30 a Celebração ocorrerá na Comunidade São Pedro e terá como Tema: “Mas descerá sobre vós o Espirito Santo e vos dará força” – At 1,8ª.

Na quarta-feira 31, a celebração acontece na Comunidade São José com o Tema: “Como ser cheio do Espirito Santo”

Na quinta-feira dia 01/06 é a vez da Comunidade Sagrada Família receber os cristãos para celebrar Pentecostes retornando ao Tema: O Espírito Santo descerá sobre ti “ Lc 1,35.

No dia 02 sexta-feira a celebração ocorrerá na comunidade São Francisco com o Tema: “Mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força” At 1,8ª.

No domingo 04 a Celebração festiva acontece na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida com o Tema: E com eles esta Maria at 1,14

O Pai ama por meio do Filho (cf. Jo 10,17) e derrama o Seu Espírito, o Defensor, para que permaneça com os Seus (cf. Jo 14,16), ou seja, é um dom de Deus para toda a humanidade. Desde os primórdios, os padres da Igreja ensinam que esta nasceu no Espírito Santo doado por Cristo no alto da cruz, e também no cenáculo em Pentecostes. O Pentecostes, narrado no livro dos Atos dos Apóstolos, capítulo 2, é o mais famoso relato sobre Sua vinda, porém houve outros Pentecostes (Atos 4,31; 8,16-17; 11,44-48).

A Igreja nasceu no Espírito. Ela é movida, sustentada, guiada por Ele. Enfim, sem o Espírito Santo fica difícil pensar em Igreja, assim também nos membros dela. Nós não podemos e não conseguiremos viver sem o sopro do Espírito.

O Espírito Santo é invocado nos sacramentos. Como é maravilhoso perceber que, nas fases da vida cristã, recebemos essa força do Senhor! No batismo, somos batizados em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Quando somos perdoados no sacramento da penitência, somos perdoados pelo Espírito enviado do Pai e do Filho, e assim todos os sacramentos são realizados pela ação do Espírito.

Quando falamos da vida segundo o Espírito, não devemos imaginar uma vida fora da realidade, desvinculada de si mesma; aliás, a vida humana é composta pela realidade física, biológica, psíquica e espiritual. Nenhuma deve ser descartada, pois o ser humano é um todo. Devemos ter bem claro isso: somos um conjunto, mas precisamos reconhecer que, quando a vida espiritual vai mal, as outras realidades acabam indo mal; e quando se vive uma espiritualidade sadia, consegue-se superar o males físicos, biológicos e psíquicos. Quando há saúde espiritual, os males em outras áreas podem não ser sanados, mas superados pela força do Espírito. O mal físico e a violência podem nos impedir de caminhar alguns metros e nos limitar, enquanto o Espírito nos leva a distâncias longínquas, porque n’Ele somos livres.

Hoje, sem dúvida, temos de valorizar a vida espiritual, uma vida segundo o Espírito de Deus. Em nosso tempo, uma das grandes dificuldades que as pessoas vivem é uma vida sem sabor, sem sentido, uma vida de erros, à qual chamamos de pecado. Uma vida sem o auxílio do Alto é fadada ao fracasso, susceptível às doenças psíquicas e físicas. Quantas pessoas doentes no espírito, quantas pessoas perdidas! Quantas pessoas vão à igreja, mas, desanimadas, não conseguem se levantar ou possuem dificuldades para fazer isso?